Maratona de Natal # 3 – Perfeita é a Mãe 2 – 2017


Resultado de imagem para perfeita é a mãe 2
PERFEITA É A MÃE 2
A Bad Moms Christmas
EUA
Ano: 2017
Onde Assistir: Amazon Prime
Elenco: Mila Kunis, Kristen Bell, Kathryn Hahn, Christine Baranski, Susan Sarandon, Cheryl Hines

Ok, já sei o que vocês vão me perguntar: mas Gisele, e o primeiro filme? Dá pra assistir o segundo sem ver o primeiro?
E minha resposta é: SIIIM, rs. Apesar de recomendar imensamente que você assista o primeiro para ser introduzida a essas incríveis personagens, pode assistir direto esse e dar boas gargalhadas também. Mas vamos combinar um negócio aqui: se você ainda não assistiu o primeiro, pode parar tudo e ir lá assistir… mas depois volta aqui pra ver a resenha né, faz favorzinho…
Então, é natal para as nossas (quase) adoráveis ‘bad moms’ Amy, Kiki e Carla, e conforme vemos, uma mãe não descansa nem um pouco nessa época (posso até falar pela minha mãe, na época em que a gente ainda produzia a festa de natal quando morávamos em casa). Ô coitadas. Elas tem de comprar e muitas vezes embrulhar os presentes, enfeitar a casa, participar dos recitais de final de ano das crianças, cozinhar a ceia, ir em todas as festas de final de ano que for convidada, e fazer tudo isso perfeitamente e com graça e elegância porque, afinal né, mães são super mulheres.
E além de nossas super heroínas do filme estarem passando por todo esse perrengue da preparação para as festas, pra coroar esse período maravilhosamente massacrante, elas recebem a visitinha de quem? Quem? Queeeem? Das próprias mães, é claro! Mas o que isso por ter de ruim, me perguntam? Bem…

A mãe da Kiki – Sandy – ainda acha que ela é uma criancinha dependente e quer ficar grudada nela 24 horas por dia;
A mãe da Carla – Isis – consegue ser mais porra louca e encrenqueira que a própria filha, sempre brotando do nada geralmente quando precisa de alguma coisa, e quando digo “alguma coisa” quero dizer “grana”;
E a mãe da Amy – Ruth – … Ô Senhor, valei-me! Dominadora, manipuladora, perfeccionista… o que mais posso dizer dessa senhora? Além da bicha ser ryca e sair distribuindo Iphones, Xbox e Ipads pros netos como “lembrancinha” de natal, deixando a filha doidinha.

Estressante? Nada, é molezinha né? #sóquenão…
Mas é claro que as meninas não vão deixar de se divertir por causa das próprias mães. Afinal, elas são “Bad Moms” não é mesmo? Bad que é bad faz o que quiser, como e onde quiser, afinal são a sua família e o seu natal e vão comemorar do jeito delas. Bom…é bem aí que a confusão começa, rs.
O filme tem muitas passagens super engraçadas, especialmente quando mostram as esquisitices de cada mãe. E as atrizes que as interpretam são simplesmente maravilhosas: Ruth – Christine Baranski; Sandy – Cheryl Hines; e Isis – Susan Sarandon. Você morre de rir do jeitinho particular de cada uma tratar as filhas, com a Sandy a toda hora cheirando o cabelo da Kiki e ficando oculta, no escuro, no quarto da filha só pra ver ela dormir, e acaba espionando ela e o marido tentando dar uma; a Ruth achando tudo que a filha faz ruim, errando toda hora o nome do namorado dela e mandado um exército de profissionais decorar a casa dela porque acha a que a filha fez “simples demais”; e as tiradas da Isis, como quando ela se apresenta pro grupo: “Isis, como o grupo terrorista”, além de sempre estar procurando “patrocínio ” da filha para uma nova “oportunidade de negócios”, rs.
E entre brigas, confusões e DR’s de família o filme segue sempre divertido, e em muitas partes mostrando a importância da família e fazendo a gente pensar no grande trabalho e entrega que é ser mãe. E que no final das contas, as filhas podem brigar e se zangar, mas sempre vão ter a certeza de que aquelas mulheres as amam muito e sempre fazem de tudo pelo bem delas. Claro que, as vezes, de uma forma meio torta, esquisita e capenga, mas sempre é na melhor das intenções, rs.
Destaque para o pai da Amy, calmo, maravilhoso, o contraponto da mãe. E ele é muito engraçado também. 
E quero destacar ainda uma passagem muito hilária, que é quando Carla conhece Ty Swindel… aiai.. Ty…OMG, que homem…e lembrando, Carla é depiladora… e o conhece no ambiente de trabalho… tentem visualizar a cena….rs.
Enfim, recomendo demais que assistam esse filme rodeado de amigas com um balde muito grande de pipoca, só pra ficar comparando a mãe de cada uma. Ou então, dividindo o balde de pipoca com as próprias, só pra elas ficarem falando “ah, eu nunca fiz isso com vocês” rsrs. Um exercício interativo e divertido para as festas de natal!
Beijos e até,
Gisele
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s